sábado, 8 de outubro de 2016

NOSSAS FRUTAS TROPICAIS: "A GOIABA" - POR IEDO FERRAZ LIMA

 HOJE É SÁBADO, DIA DE FEIRA, LEMBRANDO DAS NOSSAS FRUTAS...




Triunfo já se destacou na produção de Goiaba, que era uma das principais culturas desta região montanhosa. A goiabeira se adaptava bem em nosso Município, pois tínhamos solo fértil, clima e chuvas bem distribuídas durante todo o ano, com isso a produção da mesma se destacava entre as Cidades que formavam o vale do Pajeú. Naquela época no bairro da Encruzilhada, existia a fábrica de beneficiamento de polpa de goiaba, sendo esta responsável pela aquisição deste fruto, que era produzido nos seguintes Sítios; Santa Rosa, Cajueiro, Lagoa Nova, Serrinha, Santa Maria, Santa Luzia e outros que foram produtores deste fruto, que aqueceu um pouco a nossa economia temporária, através de geração de renda e emprego. Os produtores também tinham como opção vender o fruto para os compradores atravessadores, que revendiam a goiaba para as fábricas de doces de outras cidades que dependiam da nossa produção, pois Triunfo era a única Cidade que produzia ela em escala comercial. Ao longo do tempo com o solo desgastado a mesma teve a sua produção comprometida, várias goiabeiras morreram, outras foram arrancadas,novas mudas não foram plantadas e hoje apenas saudades daquele tempo.


Por: Iedo Ferraz Lima
        Triunfense, pernambucano, nordestino, brasileiro
  

2 comentários:

  1. Marcelo Barros Lima11 de outubro de 2016 19:37

    Estou acompanhando suas publicações senhor Iêdo Ferraz Lima e achando muito interessante.

    ResponderExcluir
  2. Muito oportuna a abordagem do Iêdo. O município de Triunfo foi grande produtor de frutas tropicais: goiaba , banana, manga , jaca, pinha e outras. Entendo que a decadência da fruticultura triunfense resultou de causas econômicas. Com a interrupção da Peixe de Pesqueira a procura pela goiaba de Triunfo diminuiu, além do mais a produção de banana e goiaba pelos Perímetros Irrigados do Dnocs vieram competir com a produção de Triunfo. Não bastasse, a valorização da rapadura nos mercados da Paraíba e Bahia impuseram a erradicação dos pomares para o plantio de novos canaviais. A falta de planejamento neste nosso país deu no que deu. Saudade das outras épocas.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!