domingo, 9 de julho de 2017

TRIUNFO É HOJE UM MUNICÍPIO DINÂMICO COM A CONSCIÊNCIA PLENA DA SUA AUTONOMIA E DO SEU DESTINO - POR CARLOS FERRAZ






Deseja-se acreditar dentro de uma convicção de mudança, que uma das diretrizes fundamentais do atual governo assumido pelo prefeito João Batista Rodrigues, tem  sido consolidar ainda mais, a posição de Triunfo,  um município de Pernambuco com plena consciência da sua autonomia, muito relativa ao hoje muito  recomendado destino turístico e  usufruindo dessa posição de competir com todos os  demais que  encontram-se na mesma situação momentânea, vinculada ao respectivo destaque no cenário interiorano pernambucano, ocasião bastante promissora no momento, referindo-se principalmente,  ao grande opcional, um reconhecido setor identificado na denominação de "industria sem chaminé", que é a área turística

No entanto, trata-se de acrescentar nova ousada dimensão municipal da Cidade "Oásis do Sertão", herdada  das  antigas tradições de polos:  educacional, agrícola, comercial e hoteleiro .Pode-se e deve-se  investir em variados flancos capazes de retorno a curto, médio e longo prazo:  a cidade turística, a cidade política, a cidade cultural,  a cidade comercial, a cidade esportiva, a cidade religiosa e certas facetas outras,  admissíveis na conquista regular de frequentadores: visitantes e turistas. Afinal, constitui-se cartão-postal do Estado em pleno crescimento. Valendo aplaudir iniciativas iguais a "Via Verde",  onde haverá bosque monumental, onde serão instalados: parque infantil, academia de ginastica, mesas de jogos, réplica de animais e estátua em homenagem ao artista " Nelsão Triunfo", o rei nacional do hip hop, maior divulgador  da terra  natal pelo mundo. Além de resgatar o histórico Campo do Convento São Boaventura e as festividades juninas São João e São Pedro, no Distrito em grande estilo. 

Tudo isso, portanto, sem relegar as obras urbanas e rurais que necessitam ser enxergadas para assumir  extraordinária significação e  também vinculadas ao destino da comunidade em geral. Não esquecendo por qualquer hipótese, os aspectos de humanização da cidade, objetivo que envolve numerosas atribuições de porte modesto, porém indispensáveis e essenciais, e que se relaciona em grande parte ao bom funcionamento dos serviços públicos e  a sua manutenção em grau elevado, sem que sejam retardados os reparos que carecem  na verdade serem realizados, nas variadas pendências que aguardam solução na sede e nas  simpáticas vilas Canaã e Jericó.

Dentre essas propostas apresentadas, sem qualquer vínculo partidário ou caráter político, algumas se encontram em realizações ou projetadas para o futuro próximo. O conjunto dessas  obrigações,  mesmo sendo parcialmente cumpridas,   a exemplo da aguardada limpeza do Lago João Barbosa, iniciada na primeira semana do mandato,  renova e engrandece Triunfo, E  assim, vem somando às suas características tradicionais de humanidade e beleza, definindo uma feição dinâmica capaz de assegurará a maior presença do público, seja nativo residente fora do Município ou desbravadores iniciantes. do paraíso local. Somos pequenos em território, porém  grande em potencialização integral.Para isso precisam acontecer investimentos atrativos igual a fundação do Museu Elezier Xavier e futuro Museu Nelsão Triunfo, sem esquecer a restruturação urgente do sofrido Complexo de Museus ( Cangaço, Sacro, Engenho, Futebol, Cidade), situado na Praça Monsenhor Eliseu Leal Diniz., muito indefinido e bastante depreciado.

Acredita-se que diante uma atuação competente inicial, apontando programa voltado para campanha de elevação, identificação e consolidação municipal,  sempre primando na instalação administrativa pela linhagem democrática avançada. Na verdade, as promessas de campanha vem sendo, por enquanto, parcialmente cumpridas e satisfazendo nesses poucos meses de atuação da surpreendente administração.Valendo admitir que importantes obras foram iniciadas, gratificando aqueles verdadeiros triunfenses idealistas que muito sonharam e defenderam ao longo dos anos, diversificadas causas populares e gestoras que pudessem trazer benefícios e melhorias para a comunidade. Aqueles que torceram e reivindicaram obras e ações irrestritas e amplas,estão agora assistindo essas finalmente essas realizações acontecerem de forma gradual.

Pretende-se sem dúvida, defender características ampliadas do seu papel atrativo, modelando e promovendo a expansão do espirito  turístico: distinto,  próprio  e crescente, baseando maior parte dos investimentos, relacionados à eclética alma nordestina e sertaneja, essencial em um programa de tal ordem que  pretende induzir clientes,  visando soerguer estadias e investimentos sequenciados nos diferentes eventos de época,  quase todos desmontados pela comprovada ineficiência, desinteresse e ausência de visões: administrativa e nativista.. A exemplo do resgate da desprezada Festa dos Estudantes Triunfenses - FET, antes dirigida pela União Triunfense dos Estudantes - UTE,  que ultimamente estava sendo desrespeitada na origem e agredida na tradição com a irresponsabilidade de modificarem a comprovada qualidade,  reduzindo data e  diminuindo quantidade do período do festivo, através de alegações e  pretextos  considerados ridículos e inconcebíveis, prejudicando assim o evento.

Faz-se necessário admitir de público, a existência de fatores que terminaram prejudicando a imagem da Cidade turística e naturalmente a combalida economia do território. Agora resta cuidar da urgente recuperação e apostar forte na dinamização dos desgastados setores envolvidos. Importante utilizar para isso - não somente costumeiros instrumentos do poder público bancados pelas nossas contribuições - mas  recorrendo ao apoio decisivo do empresariado local. Esse precisando receber maior dose de conscientizado, devido apresentar-se bastante tímido, na grande maioria das vezes alegando justificativas não convincentes. Lamenta-se  possuírem ainda, a  equivocada ótica de sempre: querer apenas ganhar , mas quase nunca gastar. Segundo comentam,  gestores anteriores e mais recentes , pouco ou quase nada contribuindo nas propostas apresentadas, seja de caráter festivo ou caráter social., na base da espontaneidade..  










Edição Carlos Ferraz
             TRIUNFO - PE

13 comentários:

  1. Marília Araújo3 de julho de 2017 12:12

    Relato excelente de quem tem reconhecida competência, grande amor e intenso conhecimento pela cidade.Parabéns...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo esse empenho do editor Carlos deveria ser usado em benefício da organização desse belo lugar.

      Excluir
    2. Todo esse empenho do editor Carlos deveria ser usado em benefício da organização desse belo lugar.

      Excluir
    3. José Alves Bezerra4 de julho de 2017 22:30

      A ideia de reformar o campo do convento São Boaventura é deixá-lo mais moderno, possibilitando o torcedor e o atleta consumir diversos produtos: comidas e bebidas nos bares, além de maior projeção na intenção de atrair parceiros com propagandas como acontecia anteriormente.

      Excluir
    4. MARIA CARMO LACERDA5 de julho de 2017 18:33

      QUE BOM QUE SÓ CRESCEU, FICO TÃO FELIZ

      Excluir
  2. LUGAR MARAVILHOSO DEMAIS...ADORO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  3. José Everaldo Vieira3 de julho de 2017 17:36

    Meu amigo Ferraz, acredito que poucos da sua cidade são capazes de fazer uma explanação tão legítima como a sua em relação às administrações públicas municipais e no que contribuíram ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reginaldo Alves da Silva4 de julho de 2017 22:24

      A principal alternativa para que o Estádio do Convento, não se transforme em mais uma despesa para a municipalidade pagar é não permitir que não se resuma a apenas uma praça esportiva, mas funcione numa excelente oportunidade para captação de recursos com eventos.

      Excluir
  4. Paulo Fernando Nogueira3 de julho de 2017 18:06

    Quero conhecer esse lugar tão badalado ultimamente por esse jornal do rubro negro apaixonado Carlos Ferraz, com frequência capaz de induzir uma visita, rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, TRIUNFO! Quem visita não te esquece. Se é de lá o orgulho é incomensurável! Triunfo.PE, brilhante pela própria Natureza.

      Excluir
  5. Danielle Miranda3 de julho de 2017 21:01

    Como não abrir mão da Capital e dar um pulo no Interior com tamanha apelação desse colega da Academia Trenner? Terminei cedendo...todos podem conquistar essa possibilidade e conhecer os excelentes pontos turísticos desde que haja planejamento e que se leve em consideração as regras do guia turístico.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!