quinta-feira, 28 de maio de 2015

CARTA À REDAÇÃO - WILLIAMS TERTO CARNEIRO



Não há somente um mês que este conceituado blog não venha a publicar matérias como esta e como tantas outras referentes as obras inacabadas. Temos um Prefeito ausente, ninguém consegue ver esse gestor caminhando pelas ruas da cidade e observando os devaneios de sua própria administração. 

Quando se vê o dito prefeito é diante do fórum para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta ou para alguma audiência referida aos problemas do município. O saneamento público na cidade não existe, obras inacabadas não somente a o do entorno do Lago quanto a do Estádio Centenário e muito mais e que já receberam verbas do Governo Federal há anos estão paralisadas. O que dizer da falta de médicos em seus plantões na Unidade Mista Felinto Wanderley e a falta de medicamentos básicos? 

O que dizer das construções sem alvará que continuam a todo vapor a descaracterizar a cidade e desordenar o patrimônio histórico. As ações de nunciação de obra nova e demolitória são somente distribuídas para quem anda certo ao passo que pessoas que compõem a cúpula desta administração continuam a serem beneficiados e justamente que ele possa ter mais força para eleger o seu sucessor para dar continuidade a esta administração autoritária, ineficiente e tão cheia de escândalos. 

Triunfo precisa do novo, de gente nova tanto no executivo quanto do legislativo que é outro poder que é conivente com os desmandos de abuso de autoridade. Falam-se em nomes para a disputa eleitoral e que ainda não está definida por parte do bloco de oposição. Pensar que existe nomes definidos na oposição é querer colocar o carro na frente dos bois. O único nome certo para a tal disputa é o candidato do prefeito. 

Estuda-se com clareza um nome para disputar com equidade o que com certeza trará mudanças para a cidade. Feita a denúncia acerca das casas populares que foram entregues a título precário aos moradores que estão lá na condição de ocupantes porque até mesmo o documento que possuem demonstra que as casas não possuem condições de habitabilidade. 

Ora, como se é entregue casas sem habite-se, sem as devidas precauções. Assinar um documento como este e entregar estas casas da forma que foram entregues é no mínimo burrice. E porque não falar no Mercado Público, no Matadouro que foi demolido à pulso, com arrogância, com autoritarismo, sem a devida autorização, outorga dos vereadores já que se tratava de bem público? Os riachos estão assoreados e alguns deles estão cheios de esgotos e fossas que levam estes dejetos para o Lago Principal que está completamente poluído. Será que o prefeito desta cidade teria coragem de se aventurar a dar um mergulho nas águas nojentas e cheias de lixo? Outrora se via muitos que tomavam banho nestas águas mas até mesmo aqueles que dão o seu passeio habitual às margens deste lago, sentem o odor insuportável que se exala dele. 

E porque não falar das escolas rurais que fecharam e os alunos que saem dos sítios são ainda carregados em carros que não possuem as mínimas condições, são conduzidos como animais e mesmo tendo ônibus que foram doados pelo Governo Federal. 

Porque não se dá uma explicação do porque se paga um imóvel para o SAMU há mais de um ano e meio sem nada lá funcionar? Porque as ambulâncias estão se acabando no pátio da Unidade Mista? Porque não nascem mais triunfenses na cidade? Onde está a sala de parto? Todos sabem que foi transformada em depósito. Porque ainda não se conseguiu chegar ao fim o inquérito sobre a contratação de falsos médicos que puseram a população em risco? E as ações Civis públicas que agora tramitam em segredo de justiça. Que homem blindado é este, meu Deus?

O que mais nos deixa envergonhados é que a população assiste a tudo isso e continua inerte. Avante povo triunfense! Partamos para o enfrentamento, para abolir o município destas atrocidades que somente envergonham um passado não muito distante quando o município era ainda mais cobiçado por turistas e até mesmo por governantes que tinham muito mais respeito pelo torrão natal. Acabemos com esta continuidade de erros e mudemos isso de uma vez por todas.

RAINHA DA SERESTA, LILA, DE VOLTA A PETROLINA - NÃO PERCA!


Grande evento com a Rainha da Seresta, Lila... retornando a Petrolina, e lançando seu novo DVD... Participação da grande Vera de Maria Maga, e Joãozinho Maravilha.
Data: 03/06
Local: AESA

LA CUCARACHA, LA CUCARACHA! ARRIBA - POR LUIZ SAUL PEREIRA


Sentindo-se inteligente e culta, a Dilma, em entrevista ao jornal La Jornada, do México, incursionou pelos meandros da história daquele país, em um ensaio da visita que fará à capital mexicana. Antes, porém, como a antecipar respostas a possíveis perguntas a respeito da eventualidade de uma ação de impeachment contra si, afirmou pomposa e com acerto, que não há base real para esse tipo de iniciativa. De fato, não há, pelo menos até aqui.

Mas, o que chamou mesmo a atenção foi a sua explanação cem por cento equivocada sobre a sociologia, a antropologia e até a geografia do México.

A confusão que a madame presidente faz sobre esses assuntos e também sobre a mistura das civilizações asteca, tolteca e maia corresponde a alguém afirmar que a Revolução Farroupilha aconteceu na Paraíba e que a Guerra dos Canudos foi um movimento guerrilheiro de Santa Catarina. É como se eu afirmasse que a Baia de Todos os Santos está situada na Lagoa dos Patos. Ela não acertou uma, e o jornalista deve ter-se rasgado internamente de gargalhar espantado.

Como eu sei que a sua equipe predecessora de viagem é competente, prefiro entender que ela não leu o release a respeito do país a ser visitado, ou, como eu disse, sentiu-se suficiente culta para esbanjar aqueles “conhecimentos”, justamente para um meio de comunicação que infelizmente não é de humor.

Apenas para que, se ela tiver tempo de reler, será importante que saiba que a Baia de Yukatan, fica no México mesmo; que o povo inca nunca aparentemente esteve por ali, porque habitou a cordilheira andina aqui, pela América do Sul; que a seleção mexicana nunca jogou de azul (as cores mexicanas são verde, vermelha e branca). Pois foi tudo isso que ela disse, dentre outras coisas.

Para completar a informação seria importante que soubesse que o México é terra dos Mariachis, de Emiliano Zapata, de Antônio Zeta, de Arturo de Córdoba, e até de Cantinflas, o Carlos Moreno. Seria importante que durante a estada não visitasse Acapulco, que de balneário internacional, transformou-se na residência dos mafiosos nacionais; nem fosse à Ciudad Juarez, onde se mata qualquer desconhecido, igualzinho a quem entra por engano em uma favela carioca.

Quando eu penso que essa figuraça leva consigo a representatividade do povo e da cultura brasileira, fico com aquela inútil vontade de mandar uma inútil mensagem cassando a cota de representatividade que me cabe. 

Mas, aí eu canto: “en el pueblo de conejos numa calle muy quieta, viene triste e derrotado el valiente Antonio Zeta... La cucaracha, la cucaracha ya no puede mas andar porque no tiene por que le falta un cigarro que fumar.”

Arriba!




Por: Luiz Saul Pereira

PRIORIZAR INVESTIMENTO PARA VALORIZAR O ARTESÃO



Chegou-se à conclusão recente depois de várias analises realizadas por triunfenses sobre investimento profissional na localidade,  a urgente atitude governamental de ser implantado como incentivo artístico cultural, necessária a instalação de alguns Ateliês de Artesanato, na cidade, bairros, distritos de Canaã e Jericó  e sítios regionais; providência que deve constar no programa governamental da atual gestão, dentro dos requisitos básicos e essenciais ao funcionamento pleno do turismo no  município, promovendo trabalho e renda aos habitantes determinados a investir no competitivo e rendoso mercado de trabalho manual, cada vez mais crescente para artesãos, basta produzir pinturas, esculturas, e muitas outras opções artesanais que poderiam ser encontradas nas feiras livres, espaços de ruas e exposições de arte que chamem a atenção do público.


 Tratando-se Triunfo de uma localidade com grande vocação para receber caravanas de visitantes - alguns grupos de frequentadores semestrais - devem os representantes saberem que turistas gostam de apreciar obras confeccionadas dentro dos princípios de garantia e qualidade. No entanto, infelizmente não pode-se dispor desses estilos opcionais com abundância.  Dentro das exceções estão a "Casa de Criação", vinculada ao Serviço Social do Comércio - Sesc, além de limitados pontos de venda recomendados.Fora isso o município recente-se de pessoal habilitado, tem somente: Abrão Almeida (Nino), Francisco Nogueira (Chico Santeiro), Janaína Gomes, Roberto Patú (Beto), Natércia Basílio, Reginaldo Martins (Régis Balaio),  Fátima Silva, Luiz Teles (Lulinha), Antonio Quadrado, Ronivon Alves (Ronivon), Cléo Martins, Luciano Silva  e outros poucos...

Obra de Nino Abraão
Buda de Chico Santeiro

Inclusive, é importante ser lembrado visando poderem aproveitar, que elaborou-se um projeto-de-lei municipal na década de 1980, contendo como finalidade principal, passar a exigir de todos os prédios novos construídos a partir daquela data, fossem obrigados a adquirir e expor peças decorativas de artistas locais. Acreditava-se com isso, a cidade começar a ganhar ares mais amplos e diferenciados, podendo constituir-se na grande galeria interiorana ao ar livre do Interior de Pernambuco e da Região do Pajeú. Sem contar ,lógico, com as condições estruturais  competitivas de grandes municípios engajados no setor, tipo: Recife-Olinda e outro lugar onde pode-se encontrar trabalhos definidos de valores locais, que é Caruaru, depois Tracunhaém. Essas iniciativas seriam compensadoras.


quarta-feira, 27 de maio de 2015

MALHA VIÁRIA NECESSITANDO MUITOS REPAROS



Depois de ordenar o comércio informal  no Centro de Triunfo, retirando vendedores de toda espécie da proximidade dos meios-fio o que ajudava a atrapalhar a mobilidade das pessoas e impedia a circulação normal dos veículos, principalmente no período da manhã quando existe maior frequência de público nas artérias devido  costumeira movimentação bancária comercial e da rede escolar, a prefeitura está prometendo agora a recuperação das calçadas. 

Segundo Everaldo Martins Junior, secretário de Obras, que acumula a Secretaria de Defesa Social, a ação começou faz mais de um mês e os dois sentidos das vias serão contemplados indiscriminadamente desde que necessite na verdade intervenção daquela Pasta para conservação. São reparos em todos os trechos que ameaçam  de acidente os transeuntes e prejudicam a estética urbana da cidade turística pernambucana , necessitada aparecer organizada.

Muitos visitantes costumam tecer críticas construtivas apontando que as calçadas já estiveram bem piores, inclusive causando transtornos como tombos, mais ainda carecem de investimentos urgentes, percebendo que o setor ainda está abandonado, faltando manutenção. A prefeitura tem mesmo que cuidar e conservar não somente dessa parte, mas toda a malha viária feita de asfalto e calçamento, ambos apresentando-se repletas de buracos.

IMPLANTAÇÃO DE PARQUES ECOLÓGICOS NA CIDADE


Faz bastante tempo que triunfenses idealistas discutem nas suas escassas reuniões de praxe a necessidade premente de defender para Triunfo o estabelecimento de um conjunto de princípios básicos que visem orientar a preservação do meio-ambiente e a ocupação criteriosa do espaço urbano a partir de práticas sustentáveis inteligentes.

Por sinal existe na discussão da pauta  desses encontros, dois importantes projetos sendo insistentemente debatidos, ambos  apresentados pelos informativos blog Opinião Digital e jornais A Verdade Escrita e Opinião Triunfo prevendo aproveitamento dos valorizados setores urbanos periféricos como os espaços de Manoel Gastão e do Convento São Boaventura, como temáticos parques ecológicos.

Caso exista habilidade  os previstos empreendimentos  podem ser bancados pelos poderes públicos e privados, gerando satisfatório impacto ambiental, destinado ao turismo e lazer, devendo compensar o município financeiramente. Podendo ainda adotarem outras propostas interessantes como premiar pessoas, comunidades, empresas que adotem iniciativas de sustentabilidade no paraíso triunfense.

Os sonhados antigos setores podem contar com pista de cooper e de bicicleta, parque infantil, área para piquenique, praça de alimentação, sala de estar natural, banheiros e iluminação eficaz. Mesmo existindo ainda algumas poucas árvores em relação ao passado nos trechos compreendidos, novas mudas devem ser plantadas. Também pode-se construir jardins e formar um ponto específico de gramado. Moradores aguardam ansiosos a realização dessas obras de preferência pelo Serviço Social do Comércio ( Sesc), o maior aliado e responsável direto pela incrementação do turismo na importante estância climática.

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA ORLA INCOMPLETO




O prazo para finalização do projeto de revitalização dos quase um quilômetro e meio, da orla no Lago João Barbosa Sitônio, Bairro Guanabara,  situado entre as artérias urbanas: Avenida José Veríssimo dos Santos, Praça Carolino Campos, Avenida Pompílio Wanderley, Academia da Cidade , parece que foi mais uma vez adiada. A previsão de entrega da equivocada obra sugerida por personagens bajuladoras da época - deixaram de assumir a paternidade ao constatarem fracasso do empreendimento que foi a princípio definida na gestão Maninho, seguindo esse tempo todo a se arrastar. Era prevista conclusão para final de 2014, mas o serviço atrasou demais e terminou o significativo trecho sem continuação do atrativo paredão, anunciado avançar de um lado, até a residência do senhor Expedito Viana e do outro até a residência do senhor Roberto Diniz, com sobras de 398 mil depositadas na Caixa Econômica Federal (CEF). A implantação aconteceu somente no trecho do Pátio de Eventos e Praça Carolino Campos, finalizadas há pouco tempo e demonstrado precisar de reparos em alguns pontos.

Nesse caso, a verdade é que a sempre ludibriada população, aguarda pelo fim das obras há cerca de oito anos, além do atraso na reforma do calçadão margeando o Lago João Barbosa Sitônio, que depois de não vingar teve que ser desmanchado. Considera-se absurdo esse demonstrativo por demais desrespeitoso com o dinheiro do contribuinte, outra vez jogado ao ralo, por administradores sem visão e sem responsabilidade.Segundo discordantes do grupo político rival da Câmara Municipal: acostumados integrarem o serviço público sem nada e saírem milionários. Acusam alguns utilizarem comprovados métodos fraudulentos para burlarem o erário público e adquirirem bens particulares, reforçando também gordas poupanças, apontando o fato de responderem na Justiça pelos danos causados, foram considerados inelegíveis por oito anos e constam na relação dos ficha-suja. Assim tem andado a carruagem dos pseudo-representantes, conhecidos por agirem no desvio de função, sempre em favor próprio.

O projeto de revitalização dessa orla, vale recordar: foi anunciado em 2009, na transição da administração do prefeito Maninho e a segunda gestão do sucessor Luciano e deveria ter sido finalizada em tempo record. Entre as medidas anunciadas estavam providências para contenção do avanço da terra vinda dos riachos próximos, construção de quiosques, instalação da iluminação moderna e potente, implantação de banheiros, extensa ciclovia, relógio e termômetro e muitas outras novidades. Para realizar a intervenção, foram investidos recursos na base de dois milhões e meio de reais, advindos do Ministério do Turismo e Governo de Pernambuco. No entanto passou a ser questionada abertamente pela ausência de qualidade, erros pontuais e superfaturamento, por contraditórios oposicionistas do período,  agora defensores governistas descarados.A política de Triunfo atual, é um misto de cinismo e hipocrisia.

MUSEU FOTOGRÁFICO VIRTUAL DE TRIUNFO





Nada mais significativo para aplicados moradores, visitantes eventuais ou interessados turistas, passearem tranquilamente, contemplando as  atrativas paisagens do município pernambucano de Triunfo - considerado " Oásis do Sertão". Melhor ainda ser possível rever esses saudáveis momentos e constatar mínimos detalhes, nessas fotografias e noutras diferenciadas, arquivadas no programado acervo virtual público do sonhado "Arquivo Público". Além do mais, serão registros documentais de fatos passados e presentes, que estarão disponibilizados. 

Faz bastante tempo que defende-se por convicção a necessidade de serem oferecidas novas opções aos frequentadores da bela cidade serrana, nas curtas ou demoradas estadias. Sem dúvida, a sugerida instalação do sonhado espaço cultural - quando criarem sala temática com a denominação prevista: 'Museu Fotográfico de Triunfo', no prédio do 'Complexo de Museus' (Cidade, Sacro, Engenho, Cangaço), onde por décadas abrigou a Escola Barbosa Lima", na Praça Monsenhor Eliseu Leal Diniz, Centro,  proporcionará resultados satisfatórios.


A RIQUEZA DO ACERVO TRIUNFENSE




A interessante Triunfo -   comprovada geograficamente a mais alta do Estado, também "Estância Climática" e " Estação Balneária" -   chegando a apostar nessa proposta ousada e moderna iniciativa,  facilitaria a permissão de qualquer internauta escolher formas de buscar e promover suas diversificadas galerias, baseadas em datas, autorias, localizações, assuntos diversos e informes relacionados aos  respectivos períodos. Sendo também possível ampliar fotos desejadas e captar imagens selecionadas. Esses documentos digitalizados na alta rotação, tornaria com toda certeza, mais prático a obtenção de pesquisas nas vinculadas sessões previstas, investindo à vontade em retratos, reproduções, cenas,  contribuindo assim na estruturação inicial desejada..

Muito importante portanto, oferecer instrumentos a pessoas determinadas em conhecer minucias  da localidade e dispostas  navegar sem que haja perda de qualidade ou gasto excessivo no tempo disponível. É deixar à vontade: parecendo ler um livro ou ver um filme - ambos relacionados à dinâmica social do vocacionado território sertanejo.Tudo isso deve inspirar curtição nas particularidades do distinguido paraíso, localizado meio à desgastada natureza. Não existe qualquer dúvida que haveriam doações significativas revelando hábitos urbanos, retratos da sociedade, passagens folclóricas e estampando nomes  da história triunfense.

VISITE ESSE AMBIENTE AGRADÁVEL E ACONCHEGANTE


Está provado e comprovado que passeios agradáveis com a família e amigos, faz parte da vida. E Triunfo possui o ingrediente ideal para se comemorar: muita alegria, qualquer festividade, independente do período. Sempre existem boas opções: Carnaval, Semana Santa, Caravana da Saudade,  Exposição de  Automóveis Antigos, São João, Festa do Estudante, Semana do Folclore, Festival de Cinema, Motofest, Natal e Ano Novo.Outros eventos menores acontecem para todos os gostos.

Prepare-se para desfrutar do carinho, alegria e do calor humano de um povo que cultiva a hospitalidade, o bom humor e a satisfação de bem receber seus visitantes.No ambiente agradável e aconchegante você desfrutará de uma excitante viagem por situações diferenciadas, tanto na zona urbana, como na zona rural, recebendo sempre tratamento de cortesia, atenção e esmero que emolduram o conhecido atendimento e a tradição no bem servir. Tudo isso com certeza vai encantar. E vai voltar logo, logo.








NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!