segunda-feira, 30 de novembro de 2015

ATIVIDADES DE INTEGRAÇÃO SOCIAL CONTRA A CRISE


Durante o apreensivo momento de extrema dificuldade que atualmente vem passando o País e expectativas nebulosas para o ano posterior, nada melhor que a Prefeitura Municipal, via Secretaria de Assistência Social, apertar os cintos e providenciar  o quanto antes dentro do orçamento existente,  seleção de jovens interessados nas ações voluntárias, componentes de educandários públicos e privados na sede, distritos de Canaã e Jericó, visando implantar algum programa municipal a ser criado após discussão entre segmentos, favorável à comunidade, onde seja propício a inclusão social.

Devendo oferecer na programada conjuntura, há muito tempo sonhada e nunca realizada por falta de sensibilidade administrativa de gestores,  ações esportivas ( futebol, volei, basquete, futsal, tênis, ciclismo, natação, pedestrianismo, handebol, jóquei, entre outras modalidades), também aprendizado na educação ambiental (pintura, jardinagem, artesanato e paisagismo), aproveitando o período que não estejam ocupados nas suas escolas.E assim, produzir avançada maneira de ver o mundo do trabalho, unindo cidadania, lazer, meio ambiente e possibilidade para geração de emprego e renda.



Com base naqueles princípios obtidos por experiências de protagonismo juvenil - adotados noutras exemplares  localidades  conhecidas que fizeram sucesso - o sugerido plano conjunto, pode ser criado acordado pelas necessidades locais prementes. Tudo dentro da finalidade básica de através orientadores escolhidos - liderando estudantes disponíveis a atuar como agentes de mudança social - três vezes por semana, se reunirem para elaborar iniciativas de ajuda a setores mais carentes da população triunfense. Nessa empreitada, vale requisitar apoio das entidades, tipo ACMT, STC,ECC, ASMAT.






Além de capacitar todos nas atividades de natureza comunitária, que não seja esquecido a informática, ao mesmo tempo disseminar o prazer pela leitura (hoje muito abaixo das expectativas) e ensino da música por monitores da centenária Banda Musical Isaías Lima. São iniciativas onde a juventude baixa renda, sem a menor dúvida, poderá conquistar alguma oportunidade de desenvolver suas diferentes potencialidades  a pequeno, médio e curto prazo, de preferência aqueles em situação de risco.Além do objetivo maior de evitar a ociosidade, diminuindo as possibilidades de convívio com as drogas e a criminalidade.

Um comentário:

  1. Marcelo Nunes Carvalho9 de novembro de 2015 17:05

    Gostaria muito de ver metade dessas sugestões ofertada diariamente por este jornal realizadas para essa cidade tornar-se um verdadeiro paraíso.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!