quinta-feira, 5 de novembro de 2015

POR ISSO VOU À SERRA TALHADA SAUDAR TUDO QUE TEM DE BOM POR LÁ ... POR LUIZ SAUL


A partir de amanhã, 6, nove dias de mini férias em Serra Talhada (PE). É possível que, na volta, já se tenham concluídos os arranjos para o livramento do Cunha, como de alguma forma parece já estar desenhando o líder da dilma, o deputado cearense José Guimarães.

Nesse período, também não serão convocados os membros da família Lula da Silva, nem a Erenice, nem o Gilberto Carvalho, para os teoricamente necessários esclarecimentos sobre as respectivas movimentações financeiras. Isso já foi decidido hoje pela maioria governista fincada na CPI do CARF.

Também serão consolidados os entendimentos para remeter às calendas a possibilidades da avaliação do afastamento da dilma, enquanto que o Lula passará a semana ao telefone para controlar todas as investigações, e, ao mesmo tempo, continuar consolidando o enredo de 2018. 

Enquanto isso, a dilma continuará divagando a sua semântica e criando novas imagens, como a de hoje, por exemplo, lá no Estado das Alagoas, aonde foi visitar mais uma das etapas da famosa transposição do Rio São Francisco, que é o empreendimento mais inaugurado do mundo, ainda que não produza outro efeito, além do visual. Distribuição de água, nem pensar.

A Pinóquia, sem perder tempo, aproveitou o ensejo para parafrasear (ou paracantarolar) os compositores/cantores Sá & Guarabira, e ainda um remoto Antônio Conselheiro, que falaram o sertão iria virar mar. Pois é, ele disse que o sertão vai virar rio. Então tá. 

Eu até acreditaria na licença poética da sapiens se ela estivesse em São Paulo, falando da transposição do Rio Paraíba para a bacia da Cantareira, cujas obras estão a todo vapor. Mas, como ela estava nas Alagoas, vamos esperar algumas campanhas eleitorais. Afinal, aquele projeto, idealizado por D. Pedro I, em 1847, não conta nem com 20 anos depois que começou a ser implantado.

Vale dizer, vão ser mini férias sem novidades. No máximo, a naturalmente bem remunerada bancada da bola fazendo aprovar o projeto do rearmamento.

Bom, mas como tudo é possível por aqui, pode ser que vingue a PEC 99/11, aprovada pelos deputados, em primeira instância, que concede a entidades religiosas de âmbito nacional o poder de propor ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF). 

Se não for vetada, será uma maravilha ver a CNBB, a Assembleia de Deus, os Presbíteros, a Universal, o dono da Sacrossanta Igreja do Fim dos Dias (que nem foi fundada, por enquanto), a Confederação da Umbanda, e que tais, dirigindo-se diretamente ao Supremo Tribunal Federal para discutirem a constitucionalidade de uma ou outra coisa ligada aos respectivos interesses. 

Por si só, aliás, a generalidade da discussão já está em pauta quando o deputado João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica e autor da proposição, defende que conferir tais poderes às instituições religiosas possibilitará o questionamento sobre possíveis leis que “venham a interferir direta ou indiretamente no sistema de liberdade religiosa ou de culto”, preceito garantido na Constituição Federal.
É um país muito doido!

Por isso, vou para Serra Talhada, saudar a mandioca, a manga rosa, o sibito, o mandacaru, o xique-xique e o ex Rio Pajeú.



Por: Luiz Saul Pereira

3 comentários:

  1. Ele voltou!!! Estava sentindo falta dos seus divertidos e antenados artigos.

    ResponderExcluir
  2. Maria Helena Nogueira5 de novembro de 2015 23:55

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  3. GEORGE RICARDO SOARES6 de novembro de 2015 12:13

    A NAÇÃO ESTÁ APREENSIVA PORQUE A TEMPESTADE VAI SE INTENSIFICANDO E O BARCO ESTÁ Á DERIVA.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!