domingo, 31 de julho de 2016

AUSÊNCIA DE PLANO VOLTADO PARA EVOLUIR BIBLIOTECAS MUNICIPAIS - POR CARLOS FERRAZ






Atual Biblioteca Municipal em Triunfo

Resolveu-se fazer novamente, outra radiografia na área de Educação do Município de Triunfo e  depois de minuciosa análise que teve participação espontânea e consciente de alguns colaboradores do setor  - assim como: educadores determinados, alunos aplicados e pessoas independentes da sociedade -  foi possível constatar que as ações de incentivo à leitura na região compreendida como "Oásis do Sertão", continuam totalmente paralisadas devido à ausência completa de investimentos nesse  tão significativo setor, responsável por outros promissores horizontes.A começar pelo panorama qualitativo de avaliação dos equipamentos que nunca receberam a mínima valorização. Apesar de lançada essa proposição na  Câmara de Vereadores, destinando investir na sede, respectivos distritos e sítios polo regionais,na  implantação conjunta relativa a atuantes bibliotecas públicas através de parcerias, visando a salutar formação de leitores

Conforme apontado no levantamento, a Biblioteca Municipal, situada na Avenida Getúlio Vargas, Centro - depois de  percorrer cerca de quinze endereços diferenciados na cidade , sem nunca haver causado qualquer tipo de manifestação contrária de parte das localizadas pseudo representações públicas ( Executivo e Legislativo) ; representações privadas ( Associação Comercial, Loja Maçônica); religiosas ( Igreja Católica, Templos Evangélicos, EJCC, Seitas de Ubanda, ECC); entidades organizadas (AMASs, Sindicato de Trabalhadores Rurais, Associações de Bairros, STC ); educandários ( Monsenhor Luiz Sampaio. Crescer, Alfredo de Carvalho, Objetivo, São Vicente de Paula) e muito menos da alheia população.Era onde justamente  poderia existir maior e mais rápida ação do Município. Assim apurado no conceito dos participantes  que tiraram conclusões, recomendando necessidade de urgente intervenção do Poder Público, inclusive  apostando nas linhas de incentivo.


Talvez por não entenderem a grande importância do órgão, admitiram que: instalação ainda é muito  precária,  imóvel funciona de improviso, obrigatória placa indicativa faltando; não existe computadores e, muito menos, acesso à internet; atuação sem  profissionais bibliotecários, mesmo existindo na administração; auxiliares não treinadas no ofício, quadro efetivo definido nem possui , mantida  sob duras penas através voluntárias transferidas de outras funções. É absurdo ou não?  Acontecer  logo em Triunfo, município tradicionalmente destacado na educação e cultura da sua gente ? Por qual  razão insistem não destinar a menor atenção a esse entidade ? Bem que poderia realizar através do plano de caráter municipal , apoiado via governo estadual em financiamento para meios tipo: Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca.








Por: Carlos Ferraz

         Editor/ Triunfo - PE




5 comentários:

  1. Não é de se estranhar tal procedimento de descaso com um estabelecimento que deveria ser de excelente qualidade para melhor atender as necessidades dos estudantes do município. Ocorre que por muitas vezes, este mesmo blog, já divulgou por diversas vezes o sentimento revoltante tanto da população quanto dos próprios profissionais da área de educação tendo em vista que tal estabelecimento serve de mais uma ferramenta para um melhor aprendizado dos estudantes que pelo que tenho observado, terminam o ensino médio completamente alheios a diversas matérias. O conhecimento dos alunos é questionável e se pergunta porque ainda recebeu um selo de qualidade de ensino ou será tudo balela? Inadmissível que ainda tenhamos um imóvel ridículo que não atende as necessidades apenas funcionando de fachada para justificar perante os órgãos de prestação de contas. Como este imóvel, existem outros que são alugados pelo município que nem mesmo funcionam como é o caso do SAMU que há mais de dois anos mantém uma casa alugada sem haver sequer um móvel dentro, apenas poeira. E as ambulâncias do SAMU, onde estão? Os equipamentos necessários para o funcionamento necessário de uma biblioteca pública assim como pessoal treinado para melhorar a procura em raras prateleiras é completamente absurda. Isso sem falar que a própria educação, comprometida em dar conhecimento aos alunos, principalmente em oferecer o hábito de aprenderem a ler, de estimularem o conhecimento, sendo uma das pastas que mais recebe incentivo do Governo Federal, deveria estar cumprindo o seu papel e para isso não existe desculpas. Ou mudamos a forma de eleger os nossos representantes através de procurarmos saber quem de fato quer ou faz alguma coisa para o município não se deixando levar pela mesma conversa fiada, ou estaremos dando continuidade a este governo que nos trouxe escândalos e muitas ações das quais está respondendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Maria das Graças Menezes31 de julho de 2016 17:47

      Acho de fundamental importância a manutenção de uma Biblioteca Publica instalada na cidade com todas as condições de funcionamento, porque a leitura tras um efeito pacificador entre as pessoas.

      Excluir
  2. Marcelo Rodrigues21 de julho de 2016 16:53

    Muito oportuna cobrança sobre esse desprezo referente à Biblioteca Pública vem sendo feitas por esse blog sem qualquer solução para o problema que vem de longe.

    ResponderExcluir
  3. Vcs podem morrer de falar sobre a biblioteca que nada sai do lugar como desejam.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!