domingo, 14 de agosto de 2016

ANÁLISES SOBRE O CENÁRIO POLÍTICO E A ELEIÇÃO MUNICIPAL 2016




Nas últimas semanas, tem se procurado observar atentamente dentro da maior imparcialidade, o desenrolar natural do quadro político eleitoral do Município de Triunfo. Talvez, após a definição das candidaturas e a realização das convenções municipais partidárias, possa causar maior  expectativa do que essas divergentes alas vão trazer de novo, de melhor, de inovador ou  será que continuarão na mesmice: com muito papo furado, discursos demagógicos e poucas ações? No momento atual parece ser quase impossível conferir e retirar algumas conclusões importantes e sensatas, somente mais adiante no avançar do pleito. Esse sem a menor dúvida, será diferente dos certames ocorridos no passado, devido apontar um cenário nebuloso,  desprovido de ideologias, posições antagônicas e bandeiras partidárias verdadeiras, que possam distinguir "situação" e "oposição". Podendo ser  fator preponderante para desestimular as aguerridas militâncias apaixonadas de outrora.Tipo: quem era da onda azul (idolatrado) está vermelho ( condenado) e vice-versa. Perdeu-se o sentido e ficou por demais misturado: o que era considerado "errado" ficou "certo" e assim por aí vai...

Tudo porque, na  ausência prejudicial de outros candidatos por partidos divergentes -  para combater naqueles horários eleitorais obrigatórios ( transmitidos pelas rádios Triunfo FM, Difusora Educativa  e debates promovidos nos educandários Alfredo de Carvalho e Monsenhor Luiz Sampaio, além da ACMT e associações, sindicatos e  entidades outras ), essas evidentes "frentes" - compostas de pessoas somente acostumadas trocarem de camisa. Esses permanecem atuando na equivocada filosofia negociadora de sufrágios ou métodos conservadores ultrapassados, defensores intransigentes de nepotismo ,assistencialismo, paternalismo - e podem evitar maiores esclarecimentos detalhados.Sendo mais fácil enganar o eleitorado inconsciente que é maioria, apesar dos que realmente são esclarecidos, alguns "gatos pingados".  Apesar de existir a pregação enganosa que repassam supostos ilustres: "doutores", "empresários", "religiosos", "sindicalistas", "comerciantes", "aposentados" e falsos "esquerdistas", vários deles estudaram em Recife ou outros centros maiores e parecem ter retornado com a visão mais retrograda ainda, abraçando causas de assistencialismo, paternalismo e nepotismo.Como pode algo mudar com esse tipo gente alienada e alienante?


São conhecidos detentores de falsas lideranças, mantidas na base do apadrinhamento e financiamento, desrespeitando o sistema democrático e visando únicos benefícios próprios. Ficam rompidos temporariamente mas podem voltar a aliados a qualquer momento.Basta fazer análise minuciosa de trajetórias ocorridas  em certames anteriores na grande maioria desses questionados seguidores. Nesta disputa de 2016 ficará bastante complicado o eleitor não politizado, distinguir quem é quem dos lados.Os que representam passado, presente e futuro e podem trazer substanciais e necessárias mudanças. Tratavam-se de supostos adversários há pouco tempo e agora estão irmanados na mesma linhagem.O que fazer para justificar essas particularidades? Eles próprios questionam entre si as repentinas prosperidades econômicas. Inclusive, atirando por "debaixo dos panos" entre disputantes dos cargos, quando estão determinados a conquistar adeptos na comunidade. Coisa suja e condenável...

Pelo visto no cenário, considera-se bastante remota a possibilidade dos competidores evidentes, construírem estratégias inovadoras adequadas, para conseguirem alcançar o sucesso eleitoral desejado, junto ao limitado número de  eleitores mais politizados, conscientes e esclarecidos. Devido existirem políticos que possuem  visões integrais, práticas idênticas, imagens similar e  trajetórias parecidas, na caça aos sufrágios eleitorais e na condução administrativa. Por esses  questionáveis  posicionamentos equivocados, fica a gama responsável de triunfenses, apreensiva no que pode surgir das urnas depois de 3 de outubro, para tocar os mandatos eletivos e o destino de todos conterrâneos através dos poderes Executivo e Legislativo,  que vivem clamando por mudanças  urgentes para tornar possível avançar como Triunfo realmente merece. Portanto, que vença o mais aplicado, mais representativo, mais atuante, mais competente e nunca envolvido nas atitudes que resultaram práticas de corrupção ativa e passiva..








Por: Carlos Ferraz
         Editor/ Triunfo - PE

27 comentários:

  1. A coisa ta feia? Não! Mas logo vai ficar! No clima de já ganhou o candidato da situação , já canta vitoria. Pelo outro lado um candidato fraco que por motivos obscuros barrou a candidatura de quem realmente poderia fazer frente a situação. A população já esta com medo. Melhorar? A gente sabe que não, o céu de Triunfo não esta azul e sim com nuvens negras a espera da tempestade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Ao contrário do que diz o anônimo, em momento algum houve candidatura imposta. Não houve sequer um dos que se dizem oposicionistas a quererem enfrentar o pleito de 2016. Não existe nebulosidade nem houve obscuridade em barrar a candidatura de quem quer que seja. O motivo partiu dos próprios que não se posicionaram e que por questões pessoais não quiseram integrar na chapa majoritária. Não havia de se deixar um pleito apenas com um concorrente e neste clima de já ganhou quando faz as suas visitas aos sítios , distritos e cidade. Quanto a relação de ser candidato fraco, a única oposição que de fato fez durante todos estes anos desta atual gestão, nada mais é que o representante legal da oposição PV,PSD, PCdoB e PROS que consolidaram em convenção o nome do escolhido. Muita água vai rolar por baixo desta ponte e quem sabe o povo de Triunfo não veja com seus próprios olhos a total indiferença deste governo que querem dar continuidade.

      Excluir
    3. André Luiz Carvalho11 de agosto de 2016 11:16

      Qual a moral de um cretino que escreve anônimo? Quem não é capaz de assumir o que diz e o que pensa é incapaz de receber qualquer tipo de respeito.

      Excluir
    4. Não adianta chorar. É lapada!!! Vontade do povo..é 22

      Excluir
    5. PQ A RÁDIO DAÍ NÃO FAZ UMA AVALIAÇÃO ISENTA DA CAMPANHA POLÍTICA? OUVI SUA PROGRAMAÇÃO MAIS QUE TENDENCIOSA PARA O LADO DA PREFEITURA. VERGONHOSO DEMAIS.

      Excluir
    6. Francisco A. Rodrigues11 de agosto de 2016 15:44

      Como é que pode ser a rádio comunitária vinculada assim com quem está somente no comando da administração sem respeitar o espaço garantido da oposição?

      Excluir
    7. Ernando Magalhães31 de agosto de 2016 22:42

      Como sempre, escrita enxuta e muito perspicaz.
      Parabéns Amigo.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    9. WT 43, WT 43, WT 43, WT 43

      Excluir
  2. Qual a razão do idealista Carlos Ferraz estar distante no pleito atual?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual foi o militante possuidor de convicções políticas sérias que quis acompanhar esses oportunistas que invadiram a oposição em Triunfo depois de viverem cometendo todo tupo de corrupção do outro lado?

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Gilson do Pará e Lula Baião na oposição tem mesmo o que se ver em Triunfo. Tudo acostumado a se aproveitar nos outros governos.

      Excluir
    4. Fora Lula! Fora Dilma! Fora PT!

      Excluir
    5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    6. WT43 WT43, WT43 WT43

      Excluir
  3. Francisco A. Rodrigues10 de agosto de 2016 21:09

    O quadro está cada vez pior, pessoas coerentes iguais a Carlinhos Ferraz e Paulo da Farmácia procuraram afastar-se do processo político por total desencanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONCORDO,,,

      Excluir
    2. Paulo Ítalo de Araújo outra pessoa de bem que não admite sacanagens políticas também pulou fora desse barco sujo ocupado por elementos da situação disfarçado de oposição cheia de vícios.Apostaram nos falsos "milhões" de Gilson do Pará e quebraram a cara.Ficaram desmoralizados...É 22 na cabeça, o melhor para o município.

      Excluir
    3. Lula e Dilma na cadeia....

      Excluir
    4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    5. WT43 WT43 WT43 WT43

      Excluir
  4. Oposição de verdade existia no passado. Agora é formada por gente que estava a vida inteira do lado do prefeito e lhe foi negado benefícios mais do que recebiam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem foi o triste articulador dessa desastrada campanha da oposição que por sorte ainda terminou findando com as candidaturas de Williams Terto e João Paiva ?

      Excluir
    2. SOU WT43 WT43 WT43 WT43

      Excluir
  5. MARIA HELENA DA SILVA18 de agosto de 2016 10:38

    QUERIAM BOTAR GILSON DO PARÁ.TENHA MUITA GRAÇA UMA INVENÇÃO DESSA!!!

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!