terça-feira, 27 de setembro de 2016

CICLO PT DE IRREGULARIDADES, PARA ETERNIZAÇÃO NO PODER E ENRIQUECIMENTO ILÍCITO - POR LUIZ SAUL




De tão comuns, de tão corriqueiras, não demora muito e as prisões de governantes ou auxiliares daquele antigo Governo estarão na 3ª. ou 4ª. página dos jornais, talvez nos rodapés, ou em comentário en passant dos noticiários falados. 

Mas, a cada dia parece mais clara a estratégia da República de Curitiba em relação ao seu alvo final. Não se trata apenas de, como se diz, comer pelas beiradas, uma vez que se afigura mais importante a divulgação do organograma de um instituto criminoso cujo desenho a sociedade acompanha em um passo a passo quase monótono.

O esmero dos investigadores começa a fazer inteiro sentido para os observadores mais atentos, na medida em que apesar das denúncias de espetacularização em que possam eventualmente haver derrapado, não chega à produção de um clamor nacional. Ao contrário, nasce e morre nas falanges destroçadas e na argumentação infundada dos antigos senhores do poder.

O gradativo “recolhimento aos costumes” de antigos auxiliares do Sistema Petista de 13 Anos, todos com grave feição de culpabilidade em escalas diferentes, tem o condão de desmontar um condomínio, desnudando em público os nomes e as biografias dos seus dirigentes, de forma apresentar à sociedade a fotografia de um ciclo de irregularidades adrede e cientificamente elaborado com o objetivo da eternização no poder, transitando naturalmente pelo enriquecimento particular ilícito.
 
Não há de ser sem motivo plausível que, depois de findados aqueles mandatos, encontrem-se encarcerados tantos tesoureiros e tantos agentes políticos que varejaram na época das aludidas gestões. A não ser que alguém exercite ao extremo a inspiração para considerar a existência de um complô capitaneado pelos Ministério Público Federal, pela Polícia Federal, pela Receita Federal e pelo Juiz Sérgio Moro para perseguir cirurgicamente tais indivíduos. Tem quem pense assim.

Mas, vale lembrar o dado histórico em que o Palocci ascendeu por duas vezes aos cargos ora de Ministro da Fazenda, ora de Chefe da Casa Civil. Em ambos os casos foi afastado por procedimento incorreto.

O retrato já está posto com quase todos os personagens nas respectivas posições e poses, mas ainda incompleto, mercê da paciência dos investigadores para implementar o seu plano de ação de compor os retoques finais da foto. 

Mas, vai que nós, o zé povinho, no desassossego por justiça ou por vingança, ficamos clamando pelo recolhimento também do Chefe. E isso não é uma coisa tão simples e inconsequente, quando se trata de um Chefe cujas muitas culpas ainda se encontram em processo de autenticação, e, mais, que se trata de manobreiro e boquirroto que, mesmo com o rosário de falhas a ele atribuídas, pode dispor de um resquício de hipnose irresponsável para iludir uma parcela da massa em seu favor. 

Assim, e depois que grande parte dos antigos auxiliares são hoje mais reconhecidos como despachantes de empresas, de empresários e até de governos estrangeiros empenhados em solapar a nação, melhor parece a sua desmistificação como já vem acontecendo, até que chegue o momento da sua prestação de contas. 

Como disse parlapatão Ministro Moraes, da Justiça, algumas etapas ainda deverão acontecer para novas audiências de outros antigos auxiliares antes de se chegar ao capo di tutti capi.

Por enquanto, quem está morrendo de rir é o motorista Francenildo. Lembra dele, distinta plateia? Foi aquele cidadão que implodiu a chamada República de Ribeiro Preto instalada por empresários no Lago Sul para cooptar os políticos venais.




Por: Luiz Saul Pereira/ Cidadão Brasileiro
        Brasília - DF
      

2 comentários:

  1. Antonio Carlos Sobrinho27 de setembro de 2016 19:26

    Palocci é um integrante atuante da quadrilha dos PTralhas e merece ser preso na cadeia da Papuda.

    ResponderExcluir
  2. Cada vez mais admiro a escrita desse senhor e lamento profundamente quando o mesmo viaja e deixa de nos brindar com tanta notícia quente vinda do Distrito Federal

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!