terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

DEFENDE-SE UMA GESTÃO PÚBLICA BEM MAIS AMPLA - POR CARLOS FERRAZ




Chegou-se a uma conclusão depois de minuciosas  análises realizadas na tentativa de sempre  procurar auxiliar  todas e quaisquer que sejam  as administrações públicas triunfenses de sugestões palpáveis, que  a  pecuária é outro setor em que o Município de Triunfo necessita aperfeiçoar bastante, juntamente com a avicultura,  investindo através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio-Ambiente no crescimento dos rebanhos bovinos, ovinos e suínos, quase todos prejudicados pela estiagem que castiga a região sertaneja do Alto Pajeú e as demais  áreas do Interior de Pernambuco e do Nordeste, há mais de seis anos, um verdadeiro castigo que parece sem final.

Valendo portanto,  cientificar a vários dos nossos assíduos leitores, um tanto desavisados da realidade anterior, repleta de vantagens nos mais diversos sentidos lógicos, básicos e práticos,  que o renomado espaço denominado "Oásis do Sertão" passou a ser considerado excelente ponto de venda, trocas e revendas, um  lugar ímpar entre demais municípios circunvizinhos de igual porte, como Princesa Isabel-PB, que mantinha entrelaçamento amigável e comercial com grande parte da população local e chegava a abastecer forte nos diferentes flancos, principalmente o mercado de carne, leite e   ovos; ficando as opções de peixes em Serra Talhada.

A situação atual, na verdade é infelizmente fato digno de  muita preocupação, tristeza e grande  lamentação. Não parecendo nem de perto, com o saudoso e saudável,  tempo passado. Nele existiam  significativos proprietários  de imensos e  atrativos rebanhos como: Manoel do Borges, José Lúcio, Joaquim Antas, Tião Martins,Joaquim Timóteo, Severiano Diniz, Manoel Gastão, Benedito Feitosa, Manoel Florentino, Manoel Neneu,Tonho Florentino, Gaudino Diniz,  e outros, mantedores de numeroso e diferenciado tipo de gado, alguns, ainda novidade para a época: o zebu era o preferido pelos criadores para o corte, deixando os outros para um segundo plano, devido quase todo gado leiteiro era constituído de vacas holandesas. A proposta é que o prefeito João Batista Rodrigues, observe isso com a devida simpatia, não deixando passar em branco igual aos demais gestores para não receber as devidas observações críticas.





Mas outros tipos de rebanhos também cresciam no território, como o suíno e ovino.A avicultura, ainda não era tão difundida e sofisticada, as poucas granjas caseiras preservavam a "galinha caipira" mesmo.O desenvolvimento não implicou de maneira alguma no abandono da agricultura, mas a falta de iniciativa abrangente dos governantes, ignorando precisar dar assistência  e manter a Feira de Gado, que costumava ultrapassar as fronteiras municipais, esqueceram as estradas que trasportavam a tradicional produção ao centro urbano de Triunfo aos sábados e quarta-feira, provocando numerosa presença de feirantes da sede, distritos (Vila Canaã e Vila Jericó) e populosos sítios da zona rural.Devido a toda essa pouca importância é que atuaram  apontando essas prejudiciais  e condenáveis falhas os existentes informativos locais,sempre mantendo a devida isenção e independência . Vale torcer para que esses fatos não se repitam...



Por: Carlos Ferraz
        Editor/ TRIUNFO - PE

16 comentários:

  1. O volume de serviços prestados de Carlos Ferraz e equipe nesse blog, tem aumentado ainda mais na atual gestão ou é impressão minha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale destacar a celeridade com que a atual administração está tratando as propostas lançadas por desse jornal, tratando programas já sugeridos e não acatados em realizações, desejo que assim seja feito no setor de Agricultura.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Na verdade, Carlos Ferraz possui uma mente privilegiada para oferecer sugestões diferenciadas com tanta frequência, algo digno de aplausos, que como amiga pessoal e ex- participante do grupo, faço questão de destacar de público sempre que possível nas diferentes oportunidades.

      Excluir
  2. Cada vez mais diversificadas oportunas as publicações desse blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edmilson Ferreira da Silva17 de fevereiro de 2017 14:37

      Sou completamente de acordo á proposta apresentada pelo Ferraz, que defende a instalação da Feira de Gado , igual no passado. É uma ação que vai ajudar muito aos pequenos criadores.

      Excluir
    2. Erivaldo Braga Cavalcanti17 de fevereiro de 2017 15:11

      Faz um tempinho que acompanho o editor tomando a decisão de influir com essas indicações nas administrações desse município com projetos elaborados entre a realidade e a imaginação. Isso tem contribuído com todos os prefeitos , porque trata de uma ´serie de experiências positivas que se aplicadas se tornarão um vetor de desenvolvimento , encorajando novas parecerias com a iniciativa privada focada no sucesso rápido.

      Excluir
    3. DEVEM TENTAR MESMO FAZER VOLTAR A FEIRA DE GADO E ACABAR COM ESSA MANIA DE DIZER QUE NÃO DÁ MAIS. É UM NEGATIVISMO INSUPORTÁVEL ESSA GENTE DERROTISTA. DÁ SIM, É SABER FAZER DIREITO E DENTRO DE UM PLANEJAMENTO.

      Excluir
  3. Antonio Gomes da Silva17 de fevereiro de 2017 14:02

    Não poderá ficar ausente da meta administrativa o investimento na agricultura e pecuária em Triunfo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MARIA DO CARMO RODIGUES17 de fevereiro de 2017 15:00

      DEVE-SE BASEAR TAMBÉM QUE A AGRICULTURA FAMILIAR DO NORDESTE, É RESPONSÁVEL PELA GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NESSE MOMENTO TÃO DIFÍCIL QUE O BRASIL PASSA. DEVE FAZER A SECRETARIA DE AGRICULTURA LOCAL FUNCIONAR.

      Excluir
    2. até que isso aconteça galinha tem criado dente...

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  4. Severino Lopes da Silva17 de fevereiro de 2017 14:17

    No caso dos criadores de bovinos, é necessária a apresentação de comprovante de vacinação do rebanho contra a febre aftosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JOÃO CARLOS RODRIGUES17 de fevereiro de 2017 15:15

      ANIMADOR O ASSUNTO DE RETORNAR AOS POUCOS A FEIRA DE GADO. PARABÉNS!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  5. É tomar a providência de quando chover e voltarem a plantar dar preferência para o grão produzido ser utilizado na alimentação dos animais locais, já toda parte da planta cultivada da região foi completamente perdida.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!