domingo, 12 de fevereiro de 2017

EXPRESSIVOS MOMENTOS DA VERDADEIRA OPOSIÇÃO - POR CARLOS FERRAZ







O período difícil pelo qual passou o Município de Triunfo nos meados dos anos 70, começou a despertar um planejamento futuro da parte de alguns secundaristas e universitários, alunos idealistas da época,  que  frequentavam a Casa do Estudante de Pernambuco (C.E.P.), situada no Bairro do Derby,  e militavam na política estudantil abrigados nas hostes do referencial Partido do Movimento Democrático Brasileiro - PMDB, terminando assim se compondo  o expressivo e histórico quadro oposicionista triunfense, respaldado por independentes comerciantes e voluntárias personagens  da área urbana e rural,que teimavam abraçar as causas  populares e por isso eram um tanto mal vistos na sociedade do "Oásis do Sertão". .

Essa atuante equipe revolucionária do PMDB na época, assumia abertamente a linha de frente e combatia sem receio os revezantes governos conservadores a nível municipal, estadual e federal. Isso desagradava grande parte dos ocupantes de cargos oficiais e a iniciativa privada local,  que submissos passaram a observar a União Triunfense dos Estudantes - UTE com algumas ressalvas, considerando uma ala bastante atrevida e possível ameaça ao sistema ditatorial daquele tempo. Então procuravam implantar na equivocada base montada através de nomeações, induzidas pelas forças militares, seguidores alienados e políticos de índole natural perseguidora. Tornando-se determinados a não deixar evoluir o movimento progressista de libertação social e organizar focos democráticos da resistência,  evitando grupos crescerem e lutarem pela independência democrática.

Tais entidades controladas pelos executivos governistas daquele momento, resolveram  a sistematizar irracionalmente, todas e quaisquer atividades de praxe da juventude, investindo contra avanços sociais e apostando na burocracia repressiva, onde pouco ou quase nada criativo, ousava surgir, devido a excessiva e crescente pressão, que terminava sendo ação controladora impositiva de métodos culturais, artísticos e esportivos.Assim centralizados nas decisões maiores por ordem geral, tornaram-se rigorosas as fiscalizações de eventos dessa natureza. Tanto nas atividades recifenses como  triunfenses.Talvez contribuindo para o grau de omissão que perdura ainda no presente momento, onde pouquíssimos admitem questionar aqueles que estiverem sobre o comando no Poder, nem mesmo no sentido de reivindicar seus relativos direitos adquiridos.Mas a luta continua, devagar e sempre...




Por: Carlos Ferraz
        Editor/ TRIUNFO - PE

34 comentários:

  1. Francisco A. Rodrigues6 de fevereiro de 2017 10:41

    Antigamente a Oposição de Triunfo era formada por pessoas qualificadas e que tinham ideologia. Agora faz parte somente aqueles que perderam a vez na Situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recordo ainda que Carlos Ferraz muito jovem apresentava-se como o grande orador de Triunfo era o m fazia discursos capazes de impressionar público que participava dos comícios.

      Excluir
    2. acho que é extremamente necessário num município de nível educacional como esse, se investir num grupo de oposição sério, onde o aprendizado político ideológico possa ocorrer de várias maneiras, fazendo valer a democracia.

      Excluir
    3. Sei é que aqueles membros da oposição que tinham o que oferecer na política desse município, decepcionados com o nível e a conduta dos oportunistas que vieram passar uma chuva nas suas fileiras, querendo se valorizar com a administração controladora da politicagem , fizeram bem, correram, enquanto os visitantes da esquerda em pouco tempo retornaram ao lugar de origem

      Excluir
    4. Fernando Nascimento8 de fevereiro de 2017 06:24

      Tenho imensa saudade daquele tempo onde quem era inteligente e destacava-se culturalmente recebia o natural reconhecimento da população,

      Excluir
    5. Aquilo sim era oposição, a maioria da Turma de Estudantes envolvida por consciência política e com muita garra defendia os fracos e oprimidos. Hoje é totalmente contrário o procedimento, somente querem se dar bem e não defendem ninguém só interesses deles mesmos.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    7. Ivanice Campos Melo8 de fevereiro de 2017 17:15

      Totalmente de acordo com você Antonio Sousa UTE de outrora era composta por pessoas influentes e determinadas a fazer o bem da cidade e dos habitantes.Agora nem existe mais...

      Excluir
    8. JOVENS HOJE, ALIENADOS E BOSSAIS QUE VENDE SUAS "CONSCIÊNCIAS" POR UMA SIMPLES RODADA DE BEBIDAS OFERECIDA POR QUALQUER POLITICO SAFADO. NÃO SABEM DISCERNIR O QUE É BOM OU RUIM. SÃO INÚTEIS DEMAIS.

      Excluir
    9. Rogério Luiz dos Santos22 de fevereiro de 2017 13:21

      Os idealistas que restaram dos anos 60/70/80 estão cansados de tanto ver colegas de tantas lutas, mudarem de lado.
      Se vendendo por vantagens financeiras, terrenos , casas , empregos e até por falsas promessas. Vimos muitos que, em frações de segundos, como diziam os mais antigos : ficarem encangados com os que combatíamos e que não comungavam com o bem estar social mas, somente com o próprio saldo financeiro ...
      Admiro vc Carlos Ferraz pela incessante luta e por manter acesa a chama do idealismo.
      Pena que muitos já não podem ter a mente tranquila e a consciência limpa e isenta do remorso no momento em que faz uma breve análise do passado estudantil e do que pôs ou põe em prática hj... ficam as questões:
      O que realmente se passa na mente de pessoas assim???
      Quais serão seus ideais hj???
      O que REALMENTE querem????
      O que desejam para o nosso município... nosso povo????

      Quem sabe ?

      Excluir
    10. PARABÉNS Carlinhos!! De novo...uma vez mais . NÃO me canso de fazer-te elogios e de levantar a tua Bandeira. SEMPRE em prol do desenvolvimento turístico e econômico da nossa querida Triunfo...Batista, querido prefeito, procura incluir em tua equipe e aproveitar tantas ideias brilhantes e exequíveis deste triunfense ilustre e apaixonado, Carlos Ferraz, tão bem preparado... - também politicamente... conhecedor profundo da nossa história, das reais necessidades e carisma da nossa eternamente amada Cidade Natal!!!

      Excluir
  2. Era outro o tempo e as personagens também, existia ideologia, militantes tinham sede Justiça para os desfavorecidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O TRABALHO REALIZADO PELOS COMPONENTES DA OPOSIÇÃO SE DESTACAVA POR SER SÉRIO E NÃO TER FINS LUCRATIVOS.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. José Ricardo Souza8 de fevereiro de 2017 06:17

      Não se pode negar que os amigos Carlos Ferraz e Junior Veríssimo fizeram história na oposição de Triunfo.

      Excluir
    4. Hj é uma vergonha, Só cachaça, drogas e pose de intelectuais de esquerda bajulando quem for prefeito

      Excluir
    5. Lembro que os bancários, agricultores, professores, donas de casa e alguns comerciantes participavam ativamente no combate as ditaduras montadas . Agora essas classes são todas coniventes, jamais tem disposição de se insurgir contra quem estiver na administração,pode estar errado que fazem de conta não estar vendo nada.

      Excluir
    6. Alexandre José Ferreira8 de fevereiro de 2017 17:21

      Carlos Ferraz teve uma participação ativa e decidida nas política triunfense nos governos de Dr. Miguel Arraes, Dr. Carlos Wilson e Dr. Jarbas Vasconcelos, conseguindo trazer muita coisa para o município.

      Excluir
    7. Muito digno de reconhecimento, sim.

      Excluir
  3. NESSE TEMPO O ÍDOLO DA POLÍTICA MODERNA ERA O BRILHANTE SENADOR MARCOS FREIRE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elizabeth P. de Menezes6 de fevereiro de 2017 22:18

      Grande líder da oposição brasileira que dizem foi liquidado quando Ministro da Reforma Agrária

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. AGORA COME TUDO NO PRATO QUE SUJOU ANTES. ESSES P...NUNCA TIVERAM IDEOLOGIA. ESTAVAM NA OPOSIÇÃO PARA APARECER COMO ESTUDANTES DA CAPITAL DIFERENCIADOS.NOJO!

      Excluir
    4. Recordo na Loja de Junior a presença dos deputados Clodoaldo Torres, Gonzaga Patriota, Fernando Pessoa. Tempo bom que não volta mais. Agora os candidatos não precisam nem conviver é somente mandar a grana que o resto os políticos safados desenrolam.E o povo vota satisfeito, não está nem ligando se estão vendendo a boiada, basta ser do lado do prefeito que está certo.

      Excluir
  4. É verdade e no Recife nós estudantes não podíamos ficar em grupos que os soldados do exército mandavam-nos separarmos.
    Em Triunfo fomos apresentar uma peça teatral com título Odorico o Bem Amado e o prefeito da época queria proibir, dizendo que os estudantes queriam fazer crítica ao seu governo.
    O juiz da época não acatou a denuncia do prefeito e pudemos apresentar a peça que foi um sucesso.
    Direção de Edvaldo Pebão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio Batista da Silva7 de fevereiro de 2017 23:26

      Boa definição dos tempos de chumbo fez o senhor "To Tim", tudo naquele tempo era proibido na imposição dos milicos,

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  5. É verdade que Ferraz se destacava como grande orador e deixava as pessoas que compareciam aos comícios vibrando com seus discursos inflamados ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria do Socorro Silva8 de fevereiro de 2017 06:21

      É sim.O momento apresentava-se empolgante e muito propício para surgimento de jovens lideranças no meio dos estudantes.Bom orador.

      Excluir
    2. Aqueles que migraram para o lado da situação não mereciam também confiança, estavam somente esperando uma oportunidade, utilizando um discurso falso de progressista e petista, mas governista por dentro. Não vejo ninguém com nada especial e sim uns frustrados socialistas.

      Excluir
  6. Lutamos tanto até diria que não concordavamos com o regime daquela época, mas vejam vocês depois que Figueiredo baixou o decreto da anistia, o Brasil caio nas mãos de quem?
    E o general Figueiredo disse; querem governar o Brasil? Vocês vão se arrepender em verem esses políticos no poder.
    Estava certo o poder e o dinheiro subiu p cabeça desses que de lá para cá governam o Brasil e foi um desastre o que se ver...roubo,desvio de verbas e só falam em mi e mis...de dinheiro.
    Os generais que governaram o Brasil morreram pobres e internados em hospitais públicos ou da Aeronáutica, parece ironia do destino...
    Brasil ame-o ou deixe-o!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PARABÉNS PELO COMENTÁRIO SENSATO DO SENHOR. A REALIDADE É TODA ESSA.

      Excluir
    2. Não esquecer que os políticos que davam sustentação aos militares,ficaram milionários. ACM, Sarney, entre outros. Militares não governam sozinhos.

      Excluir
    3. A oposição daqui agora era quem era situação e perdeu a boquinha na viúva. somente isso.

      Excluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!