domingo, 12 de fevereiro de 2017

VALORIZAÇÃO DA CULTURA E DOS TALENTOS TRIUNFENSES - POR CARLOS FERRAZ








É necessário que a nova administração pública municipal, demonstre compromissos transparentes, livres e determinados, voltados para a descoberta de novos e promissores talentos,  visando inclusão social , interação e  esforço educacional. No primeiro caso, as propostas inserem à agenda cultural nas políticas sociais, buscando a renovação da auto-estima dos triunfenses. No passado tiveram alguns destaques nessa área: José Leão Brasil (Zé de Dora), Ivo Estima, Homero Carvalho, José Mendonça ( Mendonça),  Duquinha Avelino, José Lior e outros,  mas foram literalmente jogados de  lado, comprovando integral ausência de visão administrativa e sentimento nativista. Deixaram muita coisa importante na base, por conta e risco, da relativa improvisação. Os  resultados obtidos, foram mínimos diante constantes tropeços e quase nenhum avanço dentro da ótica apresentada e sugerida por esse isento meio de comunicação ao longo dos anos. Atuou-se explícitamente,  somente desejando o melhor e mais proveitoso e jamais o imprestável ao lugar.. Espera-se do prefeito João Batista Rodrigues dos Santos, resolva de imediato atuar dentro da  maior clareza possível , sem retardar tanto as realizações nos diferentes campos,  onde será possível funcionar oficina manipuladora utilizando a natural criatividade. Continua-se repetindo o seguinte tema: "Quem sabe  faz na hora, não espera acontecer". 

Nessa comum e natural efervescência surgida nos inícios de gestão pública administrativa - embora sem apresentar aquelas mudanças substanciais anunciadas e defendidas por conhecidas figuras,  mais inconformadas e sempre radicais -  muitos dos  ilustres artistas triunfenses na plenitude das suas atividades, talvez possam agora ser inseridos, estimulados e integrados, nas respectivas grades artísticas musicais. São vocacionadas atitudes democráticas assim, abraçando causas dessa natureza e  valorizando ideias palpáveis,  que contribuem e privilegiam na tradição histórico-cultural, manifestações artísticas, e incentivo ao aparecimento de novos artistas-cantores-músicos, na sede, bairros periféricos,  distritos ( Vila Canaã e Vila Jericó), sítios regionais e respectivos educandários municipais. Que aproveitem  o ensejo e procurem aplicar na prática, algo defendido há muitos anos (parecendo haver sido depois de tantos apelos à proposta aprovada no Legislativo por algum parlamentar recente) : Consistia a  elaboração de Lei Municipal, na Câmara de Vereadores, obrigando que todo e qualquer apresentação no território triunfense de cunho popular, realizado ao ar livre e  financiado por recursos públicos, fosse iniciado com a presença de escalado artista nativo, 

Acredita-se que a nova "Diretoria de Cultura" ( gerência),  representada pelo maestro Lucivaldo Ferreira, inicie atuando nesse desejado aspecto. Assim, provavelmente as coisas a curto e médio espaço de tempo, devam acontecer satisfatoriamente, podendo ainda ocorrerem avanços maiores, seja: hoje, amanhã ou depois. Por tanto é válido basear-se nas longínquas sugestões apelativas, humildemente publicadas, sempre ressaltando sobre a necessidade de investir numa eficaz  "Escolinha Itinerante". Essa  iniciativa, podendo ser movimentada muito bem, pelos competentes monitores da tradicional centenária Banda Musical Isaías Lima, na eficiência plena,  a desenvolver sonhados resultados, bem mais rápidos. Citando ainda o projeto artístico de integração,  aprimorado dentro de contexto bem amplo,  juntando  grupos : Edição Extra, Dupla Zè Marques e Cidinha, Ambrosino Martins, Forró da Galera, Templários Acústicos, Orquestra Madureira, Só Triscando, Fátima Barros,Cezinha Silva, Ana Maria, Zé Carvalho, Ronivon,  Trovadores, Allan Souza, Genecy e Cachorros Loucos, para auxiliarem nas eventuais apresentações,  dimensionando o crescente meio, mesmo ainda, com figuras principiantes, sem a desejada qualificação e o necessário entrosamento profissional, porém, todos merecedores dessas oportunidades,visando afirmarem-se devagar e sempre. 





Banda Musical Isaías Lima



Edição Extra



Zè Marques e Cidinha


Ambrosino Martins

Templários Acústicos


 Fátima Barros e Trovadores,

 Forró da Galera

 Só Triscando

 Allan Souza





Por: Carlos Ferraz
         Editor/ TRIUNFO - PE

18 comentários:

  1. Será que vai dar certo mesmo. Sei não!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Luiz Gonçalves de Lima3 de fevereiro de 2017 18:40

      Muito boa a colocação que engloba o mundo artístico do lugar. Resta saber o interesse dos governantes em aplicar na prática.

      Excluir
    3. Erivaldo Braga Cavalcanti3 de fevereiro de 2017 19:56

      Com tanta disponibilidade de tempo, depois de aposentado o meu grande amigo Carlos Ferraz de quem fui subordinado por um bom tempo, deveria aproveitar sua reconhecida criatividade que pude de peto constatar e procurar investir no turismo de terceira idade que pode ser organizado em programas e excursões de baixa temporada - quando os preços são menores, permitindo pacotes turísticos bem mais baratos. É bom pra quem viaja e, ao mesmo tempo, garante o movimento o ano todo.

      Excluir
    4. De pleno acordo, falta alguém para abrir os olhos nesse aspecto. A turma da Boa Idade é resultado certo de sucesso.

      Excluir
    5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  2. Excelente a explanação do companheiro Ferraz, sempre antenado em relação às questões triunfenses. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio Fernando da Silva3 de fevereiro de 2017 17:37

      Ainda bem que ainda existe nessa cidade alguém independente determinado a fazer algo de proveitoso a favor do lugar e do seu povo, apontando falhas a serem consertadas sem qualquer interesse pecuniário, pois o costume da maioria é se dar bem e pronto.

      Excluir
    2. Francisco de Assis dos Santos3 de fevereiro de 2017 19:59

      O CARNAVAL DE TRIUNFO É NOTA DEZ E OS CARETAS NOTA MIL.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  3. Depois de uma certa idade a gente quer mais é curtir a vida, conhecer as coisa novas e realizar aqueles sonhos que ficaram a vida toda esperando por uma oportunidade. A gente quer mais é viajar para um lugar saudável e tranquilo como Triunfo. Neste Carnaval, estarei mais uma vez brincando com familiares naquele maravilhoso lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente! Quem já foi ao Carnaval de Triunfo não quer mais perder. Estou junto com a minha turma aqui de Patos-PB para subir a serra logo na sexta-feira para o Bloco da Galinha e sábado o Bloco do Zé Pereira

      Excluir
  4. Carlinhos parece que você tem ideias para tudo..kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu, amigo realmente está usando a corda toda. Leio diariamente projetos relacionados a melhorias da sua cidade.Espero que quando retornar ao lugar que lhe aguarda, chegue na mesma disposição para fazer acontecer.

      Excluir
    2. Essa cidade é muito é bonita, desejo visitar, logo que tiver oportunidade.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  5. Acontece que para atrair esses turistas e atendê-los bem é preciso um pouco mais de seus gostos comuns e saber como, em geral, se desenrolam as excursões das quais participam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACHO QUE ESSE CARNAVAL VAI BOMBAR PELAS ATRAÇÕES QUE ESTÃO SENDO DIVULGADAS NESTE JORNAL.

      Excluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!