terça-feira, 31 de janeiro de 2017

ADMINISTRAÇÃO VOLTADA PARA ALTERAR ECONOMIA - POR CARLOS FERRAZ



Entende-se, após consecutivas análises realizadas, que o governo municipal necessita desde o princípio da nova gestão iniciada nesta segunda-feira (02.01.2017.), pensar e agir diferente no sentido de ampliar o expressivo ambiente pontual de gerar negócios, empregos e rendimentos a curto, médio e longo tempo. Essa importante medida não tem sido assumida, nem tampouco reconhecida em qualquer hipótese ao longo dos anos. Quando deveria mesmo predominar e obter com essas iniciativas resultados inovadores e bastante positivos, evitando acontecerem desastrados investimentos no comando da Prefeitura Municipal de Triunfo.

Infelizmente as representações públicas têm adotando uma condenável espécie de burocracia “impeditiva”, onde àqueles interessados em empreender de alguma maneira no território ficavam logo desestimulados. Na verdade, Triunfo nunca possuiu ambiente favorável ao fortalecimento de negócio. Necessitando, para isso, agora, desburocratizar e investir nos programas que avancem na citada área, resultando na formação de trabalho e renda. Devendo oferecer vantagens e isenções para implantação de empresas com pequeno porte instaladas em municípios circunvizinhos que sempre demonstraram a pretensão de montarem filiais por essas bandas, no entanto, poucos conseguiram manter o propósito.

Enquanto essas desejadas e mais que necessárias conquistas legais não chegarem a ser firmadas e implantadas - realizando o antigo, sonhado, projetado e defendido modelo de instalação do 'Parque Industrial Triunfense'. Nele podendo serem implantadas as seguintes fabriquetas : sabão, detergente, vassoura, cerâmica, móveis, pipocas, doces, bebidas, água potável, roupas, calçadas, etc. E ainda, deve-se procurar implantar outras alternativas de ocupação para a juventude triunfense, a exemplo de escolas profissionalizantes com oficinas de música, pintura, artesanato. Valendo estender os cursos adquiridos para as escolas da rede municipal. No centro, bairros periféricos, sítios polo e distritos: Vila de Canaã e Vila de Jericó.

Assim precisa urgentemente e sem vacilar, agir a nova administração, que poderá sem dúvida, caracterizar-se depois que adotar o perfil moderno, sempre atuando de acordo com a comodidade geral dos habitantes de cada região e respectivos segmentos triunfenses. Valendo talvez investir mais no período noturno, no intuito de atender as demandas da população específica. Podendo também ser incentivada atenção redobrada à exploração pelo sistema de concessão aos vários boxes sem qualquer utilização no Mercado Público Municipal Expedito Braz de Souza, situado nas proximidades do comércio e feira livre. A disponibilidade indiscriminada para venda de produtos regionais : rapadura, mel, alfenim, batidas e outros, podem começar influindo na movimentação da economia.

Por: Carlos Ferraz/Editor 
TRIUNFO – PE  

22 comentários:

  1. Hoje, primeiro de janeiro de 2017. Estou aqui tranquilamente em minha residência, e, navegando pela internet me deparo com os informes deste valoroso Blog, no qual nos mostra as notícias da cidade que aprendi à respeitar e admirar, que é a belíssima Triunfo/PE. Ao ler o texto do Sr. Carlos Ferraz, fico muito feliz em saber que Triunfo, também, tem este potencial para o turismo religioso. O povo brasileiro e principalmente nordestino é vocacionado para fé. E nada mais salutar em transformar essa fé, em recursos financeiros para qualquer município. Basta vermos outras cidades que com o turismo religioso, conseguem movimentar sua economia, como por exemplo: Juazeiro do Norte/CE, terra de Padre Cícero, considerada por muitos como segundo maior polo de turismo religioso do país, perdendo só para Aparecida do Norte, em São Paulo. Temos, também, o Bom Jesus da Lapa, conhecida como a “capital baiana da fé”, essa cidade recebe romeiros durante todo o ano. Em Pernambuco o Turismo Religioso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. George Ribeiro Neves2 de janeiro de 2017 20:00

      A extensa visão idealista do companheiro Carlos Ferraz tem ultrapassado as divisas que limitam o município de Triunfo, mas infelizmente parece não obter na maioria dos seus alienados conterrâneos o devido reconhecimento e apoio. Talvez achem tratar-se de fator secundário, tecer sugestões valorosas Essa capacidade não ficou para qualquer um, tem que existir conhecimentos básicos de socialização humana junto a tendência empreendedora.

      Excluir
    2. Francisco A. Rodrigues3 de janeiro de 2017 06:53

      Em Triunfo somente quem tem pouco ou quase nada a oferecer é quem termina compondo as administrações pela via do arrumadinho, não existe preocupação em formar um quadro qualificado.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    4. Considero que o missivista Alberto Santos, está coberto de razão quando na sua correspondência faz uma legítima observação vinculada ao turismo religioso, tema abordado pelo senhor Ferraz, editor deste jornal midiático de grande alcance regional por serem as crenças tradicionais no Brasil. No tempo em que Lampião personificava a maldade, Padre Cícero era a imagem do bem e atraia multidões de romeiros a Juazeiro do Norte, em pleno agreste nordestino. E atrai até hoje, muitos anos depois de morto.Mais recentemente , a figura de Frei Damião repetiu o fenômeno "Padre Cícero", motivando uma nova onda de peregrinação.

      Excluir
    5. Não gostei da escolha da secretaria de turismo. Esperava seu Murilo.

      Excluir
    6. quac quac quac quac quac quac

      Excluir
    7. Seu Murilo seria realmente a pessoa certa. Mas a politicagem fala mais alto. Eu tenho pena de certas pessoas continuam postando no anonimato. Respeitem. Isso e falta de caráter e personalidade. Sejam mais simples. Vamos deixar o homem trabalhar, ele entrou agora com a sua equipe. Deixem de babaquise. Ele tem direito a livre escolha. Aqui na Prefeitura os Secretários estavam comendo uns aos outros para não sair do poder.E outros era babando e levantando falso uns aos outros para permanecer no poder. E tanto que alguns permaneceram. Bando de abestalhados. Isso aqui e so para quem está envolvido em política. Deixe essa politicagem de lado, disse no me disse. Vamos vr o que nos espera em 2017. Ficam colocando nomes de pessoas nesse blog que nem pensa em entrar. Escolha de Secretário eles nao tem nenhuma visão do que estao escolhendo. Vao colocando de acordo com o que os partidos vao indicando. Não querem saber nada do que vão fazer ou deixar de fazer pelo município. Deixem de ser inocentes. Deixem acontecer.

      Excluir
  2. Marcílio Alves Siqueira2 de janeiro de 2017 11:04

    Esse jornal parece criar e oferecer suas receitas como quem exerce profundo conhecimento relacionado aos problemas existentes na cidade. Ele passa a emendar ideias dentro de um parâmetro de admirável idealismo e grande saber da alma do seu povo, propondo intervenções capazes de corrigir distorções existentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NA BAGAGEM, CONHECIMENTO E DETERMINAÇÃO EM FAZER PELO MUNICÍPIO TRIUNFO, QUE LHE DEVE MUITOS SERVIÇOS PRESTADOS.

      Excluir
    2. feliz 2017 para o pessoal da redação e todos os leitores. adoro esse jornal

      Excluir
  3. Irmã Apolônia Pereira2 de janeiro de 2017 14:56

    Carlos Ferraz: Desejo-lhe um Feliz ANO NOVO, cheio de PAZ, ALEGRIA, AMOR - todas as Graças de que você precisa no dia-a-dia dos 365 dias de 2017! Que Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria de Fátima Rodrigues2 de janeiro de 2017 19:48

      Lembro com muita saudade do Colégio Stella Maris e das suas bondosas freiras. Irmã Apolônia,mesmo lecionava as matérias português e história.

      Excluir
    2. MARQUINHOS PEREIRA2 de janeiro de 2017 20:22

      tem muita gente que tava fazendo de tudo para emplacar no secretariado de JB mas ele não é besta, não foi na onda.

      Excluir
    3. Vixe. Conheço gente que está num pé e outro dizendo ser mais honesto,competente e queimando outros, tentando sensibilizar o prefeito a retornar.Será? Tem que mudar.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    5. Muito promissor esse trabalho desenvolvido por vcs, estão de parabéns pela maturidade adquirida no jornal que hoje tem muita representatividade na região.

      Excluir
  4. André Luiz Carvalho2 de janeiro de 2017 19:04

    Parabenizo a equipe de reportagem deste Jornal Opinião pela excelente matéria, publicada sobre as criatividades que podem e devem ser utilizadas para diminuir o desemprego no município.

    ResponderExcluir
  5. Aurélio Mendonça4 de janeiro de 2017 20:17

    Eu também conheço amigo Edgar Florentino. São quase todos os Secretários anteriores, e continuam lá dentro
    Vai ser difícil o gestor atual administrar. Vamos perguntar: quem escolheu os Secretarados foi o Batista o atual ou Luciano o anterior, ou eles mesmo sentaram e bateram o pé e resolveram não sair?

    ResponderExcluir
  6. O MESMO RANÇO, A VELHA POLITICAGEM!

    Depois de ter enfrentado uma campanha onde muitos se diziam opositores e que na verdade passaram a ter uma vergonhosa atuação fazendo campanha ao contrário do que diziam ser seus ideais, onde muitos que se diziam aliados a este governo que entrou também passaram a fazer jogo duplo, vê-se que a lastimável politicagem continua. Houve muita traição, muita falta de idealismo porque o que compreendem é o favorecimento dos seus próprios interesses. Os que se dizem opositores, gente que levantavam a bandeira de verdadeiros opositores e que na hora "H" demonstraram que o jogo de interesse era bem maior, hoje se juntam para dizerem que ainda são opositores porque não foram contemplados por este novo governo assim como os governistas que achavam que continuariam na esbórnia e hoje falam aos quatro cantos que foram traídos. Ora, vemos traição por cima de traição e um jogo de interesse que é bem mais inescrupuloso. O idealismo partidário não existe e muito menos o idealismo probo, verdadeiro, da honestidade. Não restam dúvidas que a capacitação de muitos que integram este governo, nada mais é que a contemplação das escusas conversas e tratativas que viabilizaram uma campanha que claramente se viu ser autoritária, abusiva e com o grande apoio administrativo da gestão passada. Um secretariado que está sendo visto pela população como um grande arranjado e queira Deus que não façam a mesma coisa que fizeram na passada. Questionamentos são feitos em toda a cidade acerca dos nomes que antes compunham o apadrinhamento anterior e que praticamente permanecem todos, de forma diferente mas é tudo igual. Quem pode dizer é o tempo e as cruéis revelações de aberrações passadas. Já houve traição em governos passados e este não será diferente. Muitos serão cobrados mas no final parece que a coisa continuará da mesma forma. Apadrinhamento político, favorecimento e desqualificação de muitos que não entendem de pastas que são vitais para o fortalecimento da economia triunfense. Como estarão estes "opositores" que diziam apoiar a candidatura oposicionista e que na verdade trabalharam contra daqui há quatro anos? Estarão eles pelos sítios e na cidade dizendo que fizeram isso e aquilo? Dirão que se acovardaram quando no último dia, na última hora da convenção se esquivaram de concorrerem alegando terem medo? Tudo balela, tudo mentira, tudo um arranjado de mentiras e intrigas que na verdade só servem para se auto promoverem. Pensam que todos são bestas e agora, no meio de escabrosas transações ainda dizem que são oposicionistas e que lutarão para conseguirem o que realmente querem que o poder pelo poder? Para eles, Triunfo que se dane, o povo que se dane e que o erro que certamente acontecerá irão querer tirar proveito. Não existe idealismo partidário e de escrúpulo mas uma tentativa nítida de se apoderarem do poder para fazerem a mesma coisa. Por fim, espero que não aconteçam tantas aberrações, tantos favorecimentos, tantos apadrinhamentos, tanta sujeira que está sob o tapete velho e desgastado da edilidade. Que Triunfo não tenha o mesmo azar como há muitos anos vem tendo. Que o povo cobre, que vá reclamar, repudiar e não deixar por menos pelas promessas que não serão cumpridas.

    ResponderExcluir
  7. Euclides A. de Souza6 de janeiro de 2017 12:19

    O pior Marquinhos Pereira, não nem ele que escolheu o Secretariado que está trabalhando com ele infelismente. Quem escolheu foi os partidos e o Prefeito que saiu. Você ainda não percebeu que quase todo o Secretariado que está lá foi da equipe de Luciano, deixe de ser babão caba. Eu acho que tu também estava querendo uma boquinha. Tadinho.

    ResponderExcluir
  8. Puramente interesse salarial. Pois a equipe que Batista escolheu e Luciano são todos traiçoeiros, tanto os que estavam como os que entraram. Cada um engolindo o outro aqui na Prefeitura para se manter no cargo. Na frente babando e por trás nem se fala.... eu mesmo presenciei várias cenas, me deu nojo. Eu só quero saber como será as opiniões dos que metiam o pau no Prefeito.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!