sexta-feira, 31 de agosto de 2018

TRIUNFO UMA CIDADE ATRAVESSANDO O TEMPO SEM MEMÓRIA - POR CARLOS FERRAZ



Nos últimos quinze anos o município de Triunfo tornou-se uma das localidades sertanejas com vocação turística das mais 'engajadas' na divulgação midiática neste  Estado. Talvez razão do significativo aumento de publico nas diferentes temporadas, onde a concentração de conterrâneos que residem distante,  visitantes e turistas, advindos de diferentes municípios circunvizinhos,  estados brasileiros e países do mundo, apresentaram visível e registrado crescimento na frequência satisfatória apresentada. 

Sem qualquer sombra de dúvida, tanto a zona urbana quanto a zona rural,  possuem a oferecer ao visitante bastante opções que muito lugar interiorano, considerado destino de lazer. Isso, apesar das reclamadas dificuldades pelos frequentadores, principalmente relativo à comprovada ausência daqueles sonhados  espaços temáticos ainda  inexistentes na cidade. Esses defendem ser possível o  descobrimento rápido de   algumas recordações da época áurea,  onde a região abrigava a predominância aristocrática, conduzida através dos  grandes e médios produtores agrícolas .

É possível classificar ainda hoje, algumas famílias de gerações anteriores que foram responsáveis pelo levantamento de verdadeiras fortunas,  através do vasto cultivo de plantações de café (torrefação),  mandioca  (casa de farinha) e  da cana-de-açúcar (engenho de rapadura). Além também, dos rendosos criatórios de gado leiteiro e muitos exploradores da agricultura de subsistência. Tudo que deveria estar embasado historicamente.

Infelizmente não receberam a devida e merecida visão administrativa  nem tampouco o necessário e importante sentimento nativista dos respectivos gestores públicos e privados. A maioria deles procurou fugir ao máximo desse viável projeto. Embora continuassem  sendo reivindicadas transformações pelos conterrâneos possuidores de mentalidades avançadas,  posições idealistas e atitudes conscientes.  A maioria habituada a defender: restauração , melhoria e apresentação digna do acervos antigos, baseados no propósito de que: "Quem não tem passado, não possui história". 

Cultivo do Café, Torrefação


Cultivo da Mandioca, Casas de Farinha



Cultivo da Cana de Açúcar, Engenhos






Criação de Gado Leiteiro







Por: Carlos Ferraz
        TRIUNFO - PE

5 comentários:

  1. Maria Lioza dos Reis4 de agosto de 2018 21:27

    Minha linda Cidade amo❤❤

    ResponderExcluir
  2. Triunfo...Amo muito!

    ResponderExcluir
  3. Triunfo na verdade é muito diferente das demais cidades da Região do Pajeú.

    ResponderExcluir
  4. QUANTA IDEIA MARAVILHOSA É OFERTADA POR ESSE JORNAL.

    ResponderExcluir
  5. Irma Lúcia Xavier10 de agosto de 2018 20:51

    Muito bom, muito positivo!

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!