domingo, 31 de janeiro de 2016

SARAIVADA DE BALAS NA NOITE DE ONTEM DEIXOU TRIUNFENSES AMEDRONTADOS



Embora o governador do Estado , Paulo Câmara, tenha no princípio da semana passada, aparecido na imprensa determinando ao secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, depois da repercussão negativa de sequenciadas ocorrências no pacato Município de Triunfo (assassinato do vereador oposicionista Lucimar Feitosa Ventura (PSB) ; emboscada a Gildenilson Magalhães Nunes,"Nilson do Sindicato"; tentativa contra o advogado Williams Terto Carneiro - "Terto", candidato a prefeito do PV), envio de reforço policial militar (CIOSAC) e civil ( DHPP). Além da intervenção direta da Ordem dos Advogados do Brasil ( OAB-PE) e Ministério Publico de Pernambuco (MPPE).



O pessoal ligado à violência não conseguiu ainda ficar intimidado. Ontem, segunda-feira (12.01.2016.), por volta das 22 horas, mesmo com viaturas percorrendo as  artérias urbanas, a população ficou amedrontada depois de ouvir na direção do Alto da Boa Vista, diversos disparos de potente arma de fogo ( possivelmente pistola automática) causando grande apreensão. Amanhecendo o dia, nada foi informado relacionado ao fato. Ninguém sabe, ninguém viu. Nem a polícia, que executa rondas  diárias procurando transmitir com presença a falsa impressão de tranquilidade, que poucos conseguem acreditar esteja na verdade acontecendo ,diante a situação tensa aparente.

Por: Carlos Ferraz
        Editor/ Triunfo - PE

18 comentários:

  1. Terra sem lei, população presa e bandidos soltos. Absursdo!

    ResponderExcluir
  2. Pelo visto, mesmo com todo o aparato policial que está na Cidade, os pistoleiros, homens que são mandados por alguém, continuam a aterrorizar a Cidade de Triunfo. Não bastasse a covarde emboscada ao saudoso vereador Lucimar Feitosa e a Gidenilson Magalhães Silva (Nilson do Sindicato)e por três vezes consecutivas de emboscada a este que comenta agora, ocorrida uma no dia em que Nison foi alvejado e mais duas vezes com a sua casa invadida pela madrugada por desconhecidos. Especulações existem e muto se falou em diversos blogs que nem mesmo eu conheço ou que tenha escrito qualquer que seja a carta ou dado qualquer nota. Recebi em minha residência a TV jornal do Comércio em que narrei os fatos que aconteceram. Por falarem muito na cidade, por falatórios infundados, pronunciamentos foram feitos na Rádio Local da qual tenho o direito de resposta. Querem explicações acerca de tudo? A polícia vai explicar, tem a sua linha de investigação e vão chegar aos executores e mandantes. O que não se pode é fazer fita, querer demonstrar preocupação depois de atos repugnantes que estão acontecendo no município. Estão preocupados? defendam-se pois quem não tem culpa sabe como provar que não tem culpa. Não comecem com invenções e de demonstrar claramente que a coisa já passou para o lado pessoal. Fiz e faço críticas a esta administração assim como muitos fazem e vou continuar a fazer por que o que vejo, o que me apontam, o que me pedem é exatamente isso. Fazer denúncias? Sim, faço tantas quanto forem necessárias e não adianta dizerem por aí que vão provar que me tiram da cidade por a cidade pertence a todos. O que foi apresentado ao Ministério Público só interessa ao Ministério Público, a mim e aos outros denunciantes e aos denunciados. Um documento como este não deve ser exposto para a sociedade da forma como foi exposto a causar mal estar e incitação a violência. E esta explicação, quem vai dar? Se eu não tenho qualquer problema pessoal com quem quer que seja na cidade, se o Nilson também não tem problemas pessoais na cidade a não ser o das denúncias que tenha feito, que outro motivo poderia haver para este descalabro que aconteceu? Não se quer dizer aqui que fulano ou sicrano tem culpa mas quem tem culpa sabe muito bem que fez o que não deveria ter feito. A rádio local que transmitiu as declarações do gestor da cidade tem obrigação de dar o direito de resposta a este advogado que foi citado e que foi desafiado a dar explicações. As explicações já dei a Polícia, a OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, Ao Ministério Público e se existe alguém a dar explicações, este alguém não sou eu e sim quem vazou documentos para a cidade incitando à violência. Prestem bem atenção, não estou dando nome aos bois mas quem quiser vestir a carapuça que vista. Graças à Deus o Nilson está se recuperando e ficará bem e não foi desta vez ainda que tentaram calar a voz dele pois ele ainda viverá muito para continuar a sua luta, o seu desejo de justiça e agora mais do que nunca. Eu digo o mesmo. Não calarei e continuarei a fazer as mesmas coisas. Será que ainda não aprenderam que vivemos em um país livre, democrático? Somente calando a minha voz é que deixarão de ouvir minhas palavras, minhas denúncias das arbitrariedade que acontecem em qualquer que seja o lugar seja com quem quer que seja. Eu não tenho rabo preso, nunca dependi de ninguém para viver a não ser da minha família que me criou e do resto, tomo conta eu. Sou livre e esta liberdade só quem pode tirar é Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triunfo já não é mais a mesma...

      Excluir
    2. É sim, isso é só uma excessão!

      Excluir
    3. Nós últimos meses não é o que os noticiários vem divulgando ...

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    5. Quando a paz voltará a Triunfo?

      Excluir
  3. Gente,ninguém comenta as postagens desse senhor...acho que ele esta sem ibope.

    ResponderExcluir
  4. Triunfo vive um terror
    Toda explosão é tiro
    Polícia de carro é giro
    Qualquer barulho um horror
    Bala tem causado dor
    Que falta meu tempo faz
    A segurança hoje jaz
    Nada pra tê-la foi feito
    Onde quem já foi eleito
    O paraíso da paz.

    ResponderExcluir
  5. Lourdes Vasconcelos12 de janeiro de 2016 21:54

    Lamentável a violência que vem assolando Triunfo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. cidade sem governo e sem lei. cada povo tem o que merece

      Excluir
  6. Realmente Carlos , estamos amedrontados com essa onda de terror.

    ResponderExcluir
  7. Lucilo Correia Araújo12 de janeiro de 2016 22:00

    Mais uma completa e límpida descrição da lavra do consagrado Jornalista Carlos Ferraz sobre a violência avassaladora por que passam todos os recantos da nação brasileira, diante do conluio criminoso das autoridades de segurança que fogem premeditadamente das suas responsabilidades no controle da entrada de armas e drogas através das fronteiras propositadamente deixadas abertas. As estatísticas nacionais, sobre essa "guerrilha urbana" consentida, são cuidadosamente escondidas. Os dados da violência armada demonstram que são mortos por ano, no país - 50 mil pessoas (um Maracanã-lotado ! ), a maioria constituída de menores e de adultos jovens, pobres, negros ou mulatos. Em contraste, a Comissão de Direitos Humanos e o Ministério da Igualdade Social -fingem não enxergar, não ouvir e permanecem mudos sobre esse verdadeiro holocausto, pior em numero de mortos do que a sanguinolenta guerra civil que ocorre na Síria. A Imprensa Investigativa, como o "quarto" poder da República, deve continuar a denunciar esses crimes de lesa-pátria como ocorre com o bravo jornalista que assina o artigo em pauta.

    ResponderExcluir
  8. Como é triste ver esse tipo de reportagem, uma cidade pacata com tanta violência. Só Jesus na causa, pra cessar essa violência.

    ResponderExcluir

Caro leitor, seja educado em seu comentário. O Blog Opinião reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório e ofensivo, como também os que contenham palavras de baixo calão. Solicitamos a gentileza de colocarem o nome e sobrenome mesmo quando escolherem a opção anônimo. Pedimos respeito pela opinião alheia, mesmo que não concordemos com tudo que se diz.
Agradecemos a sua participação!

NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!